segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

As páginas da vida

Às vezes gosto de ficar à sós comigo mesma e pensar, refletir, imaginar, sonhar...
Mas é certo que nem sempre esses momentos são tão bons, isso porque começo a racionalizar demais as coisas, os acontecimentos e fico preocupada, confusa...
Questiono o porquê de tantas coisas...
O porquê acontecem algumas coisas e o porquê não acontecem ou aconteceram outras.
Mesmo tendo plena certeza de que há muitos mistérios que nunca conseguirei desvendar, meu inconsciente não desiste de tentar entender.
Essa teimosa por vezes me deixa exausta, triste e até desanimada. Quero parar com isso, mas é bem difícil e acredito que não estou só nessa...
Há coisas que simplesmente "se perderam" no passado deixando imensas lacunas. Então eu digo a mim mesma: "Não era pra ser"
É a única maneira que encontro pra me conformar e parar de perguntar: "Mas por que?" "E se eu tivesse agido diferente?"
É certo que na maioria das vezes somos nós mesmos que sabotamos nossas conquistas por causa do medo, da dúvida, da covardia, da falta de direção e foco, enfim...
Tudo o que quero nesse exato momento é deixar de olhar pras tais lacunas do passado, pras alegrias que deixei de viver, para o que não conquistei ainda e escrever com sabedoria do alto em todas as páginas que ainda estão em branco na minha vida.
Eu preciso de coragem e paciência para aprender, porque pra aprender a gente erra bastante.
Só quem não arrisca, quem não quer sair da "zona de conforto", não erra, mas também não aprende.
Que venha 2011 e seja muito bem-vindo!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por seu comentário! Volte sempre!