sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Recordações...

Oi gente!
Eu estava lendo uma agenda minha que guardei desde os 13 anos de idade, encontrei algumas coisas muito legais de amigos que me escreveram na época e que com certeza guardo comigo até hoje.
Dentre elas, está a poesia abaixo, escrita por uma colega de classe da 7 série, que fala coisas muito interessantes, basta prestar bem atenção nos versos e refletir bastante.

Pedido

Tempo que passa tão rápido
sem deixar vestígios
mas que deixa marcas,
por que não para de passar?
Imite o vento que vai e vem
e leve meu sentimento
para que pare também.
Transforma-me num pássaro cantante
com asas infinitas,
com bico cortante,
mas com bondade no coração.
Pode fazer também de mim
uma estrela cadente
que corte o céu e ilumine-o
Mas não permita-me ser
nunca, nunca mais,
pelos mais tristes e escrupulosos motivos
humana novamente

Aline A dos Santos Medrado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por seu comentário! Volte sempre!