terça-feira, 10 de maio de 2011

O melhor amigo da noiva


Comédia romântica é sem dúvidas o gênero de filmes que mais gosto.
Fazia tempo que eu não parava realmente para assistir um filme, inteirinho, sem cortes, (rsrs) e esse valeu a pena.
Dei altas gargalhadas com as trapalhadas do Tom (Patrick Dempsey), ele é realmente muito divertido, mas também fiquei refletindo na história.

Tom era um cara que estava sempre cercado por belas mulheres e tinha uma vida financeira bem confortável, mas sempre que podia procurava a companhia de Hanna (Michelle Monaghan) sua melhor amiga para confissões, happy hour ou simplesmente jogar conversa fora. Até que um dia Hanna viaja à negócios para a Escócia  por 6 semanas e ele percebe que simplesmente não pode viver sem ela. Disposto a se declarar assim que ela retorna de viagem, depara-se com ela e o noivo escocês com quem vai ser casar dentro de 15 dias. Esse é o tempo que Tom tem para criar coragem, declarar-se a Hanna e impedir o casamento.

Quantas vezes deixamos "pra depois" coisas, relacionamentos e sentimentos importantes e corremos o sério risco de perdê-los?
Não é o que acontece no final desse filme, porque como toda comédia romântica tem um final previsível, essa também tem um final feliz (o que gosto muito), rsrs
Mas em relação à vida real, infelizmente não é sempre assim...Temos a certeza dos nossos sentimentos por determinadas pessoas, sabemos que as amamos, que as consideramos, que queremos as mesmas sempre por perto, mas nem sempre essas pessoas sabem disso tanto quanto nós. E por quê?
Porque não falamos, não demonstramos, não deixamos que elas realmente percebam. Dai surgem os desencontros, os mal-entendidos...Mas como pode algo ser tão contraditório?
O medo de encarar realidades, desafios, compromissos, mudança de hábitos, entre outras coisas é o que nos impede muitas e muitas vezes de conquistar. É preciso ter disposição e coragem para amar, porque amor é entrega.
Não que eu ache que temos que ficar falando toda hora para as pessoas que gostamos delas e tal, (virar um grude), ou ficar paparicando ninguém, mas é no mínimo intrigante o quanto há pessoas com dificuldade em se expressar, parece que ficam como que "bloqueadas" por vergonha, orgulho, medo, até mesmo comodismo ou sei lá o que...
Deixe tudo isso de lado e simplesmente AME, enquanto há tempo. Fale, mostre, não perca oportunidades.

2 comentários:

  1. Oii Elis!! Que bom que tenha gostado...Boa Sorte pra vc!! Modéstia parte...rsrs...o prêmio é uma fofura de lindo!! Fui eu que fiz!!
    Eu assisti esse filme segunda...muitooo fofo né!! Adorei!!
    Bjusss e uma ótima quarta!

    ResponderExcluir
  2. Menina é lindo mesmo o cachecol!!! Eu queeeeero!!!
    Ótima quarta pra você tbém!!!

    Bjus

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário! Volte sempre!